PARA UMA BOA LEITURA E INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA

·         Ter uma boa edição da Bíblia: atualizada, linguagem simples, fácil de carregar e manusear;

 

 

·         Ler um livro de cada vez, na sequência, evitando fazer um “horóscopo” cristão (abrir a esmo, querendo saber “o que Deus tem pra me dizer hoje”);

 

 

·         Lembrar que na Reforma Protestante cada um era incentivado a ler, porém, fazer sua própria interpretação, pois na simples leitura Deus estaria agindo com sua Graça. Consequência: o surgimento de inúmeras interpretações e igrejas. O rebanho de Cristo ficou dividido;

 

 

·         A Igreja Católica teve seu momento expressivo de incentivo aos fiéis para que lessem e estudassem a Palavra de Deus com o Papa Leão XIII e Pio XII (Divino Aflante  Spiritu – 30.09.1943).

 

 

·         Também temos importante contribuição do Concílio Vaticano II através da Constituição Dogmática “Dei Verbum” (18.11.1965) e da CNBB, com o estudo “Crescer na Leitura da Bíblia” (Nº 86 – 2003);

 

 

·         Precisamos, portanto, ler, estudar, crer e viver a Palavra, a qual aclamamos “Palavra da Salvação”.