Celebração do Sacramento da Crisma

No dia 1º de agosto, domingo, 72 jovens foram crismados em nossa paróquia. As celebrações aconteceram na Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo, foram presididas pelo bispo diocesano, Dom Pedro Cunha Cruz, e concelebradas pelos padres Rogério Ferreira da Silva (pároco) e Jeferson Silvério Gonzaga. Em função das restrições decorrentes da pandemia da Covid-19 e obedecendo os protocolos de segurança, foram realizadas duas missas: uma pela manhã, às 10h, e outra à tarde, às 16h. Apenas os crismandos e padrinhos/madrinhas participaram das celebrações, que foram transmitidas pelo Facebook da paróquia.

Na oportunidade, Dom Pedro falou sobre a vocação à santidade que recebemos no batismo e confirmamos na unção crismal. Afirmou que para nutrir a vida espiritual é preciso ter uma vida sacramental, iluminada pela palavra de Deus, e disse que ser crismado significa ter uma fé amadurecida e esclarecida. O bispo também falou a todos, em especial aos crismandos, sobre o compromisso de trabalhar para o Reino de Deus: “Os dons são dados para serem multiplicados, para serem colocados a serviço. É estar aberto e disponível, permitindo que o Espírito Santo faça frutificar os seus dons em nós. Isso significa sair da nossa zona de conforto, do nosso comodismo e trabalhar pela Igreja”.

Os crismandos se prepararam por dois anos, a catequese desta turma aconteceu entre 2018 e 2019. A paróquia contou com o auxílio de 10 catequistas: quatro na comunidade matriz (Ana Carmelina, Rose, Lueider e Fátima); um na comunidade São José (Guilherme); uma na comunidade Santa Rita de Cássia (Rosemara); uma na comunidade Nhá Chica (Leila Aparecida); duas nas fazendas ( Denise e Leila Lopes); uma na comunidade Santo Antônio (Rosana). Antes da Crisma, foram realizadas reuniões com os pais e padrinhos e também com os jovens.